Páginas

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

RESUMO SOBRE A DEPRESSÃO


RESUMO SOBRE A DEPRESSÃO - Subsídio, Lição 5

O que é depressão 
A depressão é um distúrbio afetivo que acompanha a humanidade ao longo de sua história. No sentido patológico, há a presença de tristeza, pessimismo, baixa autoestima, que aparecem com frequência e podem combinar-se entre si. Todos se sentem "para baixo" de vez em quando, ou de alto estima às vezes e tais sentimentos são normais. A depressão, enquanto evento psiquiátrico é algo bastante diferente: é uma doença como outra qualquer que exige tratamento, é imprescindível o acompanhamento médico tanto para o diagnóstico quanto para o tratamento adequado.
Sintomas da depressão
São muito variados, indo desde as sensações de tristeza, passando pelos pensamentos negativos até as alterações da sensação corporal como dores e enjôos. Contudo, para se fazer o diagnóstico é necessário um grupo de sintomas centrais:
  • Perda de energia ou interesse
  • Humor deprimido
  • Dificuldade de concentração
  • Alterações do apetite e do sono
  • Lentificação das atividades físicas e mentais
  • Sentimento de pesar ou fracasso

Outros sintomas que podem vir associados aos sintomas centrais são: 
  • Pessimismo;
  • Dificuldade de tomar decisões;
  • Dificuldade para começar a fazer suas tarefas;
  • Irritabilidade ou impaciência;
  • Inquietação;
  • Isolamento social;
  • Achar que não vale a pena viver; desejo de morrer;
  • Chorar à-toa;
  • Dificuldade para chorar;
  • Sensação de que nunca vai melhorar, desesperança...;
  • Dificuldade de terminar as coisas que começou;
  • Sentimento de pena de si mesmo;
  • Persistência de pensamentos negativos;
  • Queixas frequentes;
  • Sentimentos de culpa injustificáveis;
  • Boca ressecada, constipação, perda de peso e apetite, insônia, perda do desejo sexual.

Pensamentos de morte ou tentativas de suicídio
Freqüentemente a pessoa pode pensar muito em morte, em outras pessoas que já morreram, ou na sua própria morte. Muitas vezes há um desejo suicida, às vezes com tentativas de se matar, achando ser esta a " única saída " ou para " se livrar " do sofrimento, sentimentos estes provocados pela própria depressão, que fazem a pessoa culpar-se, sentir-se inútil ou um peso para os outros. Esse aspecto faz com que a depressão seja uma das principais causas de suicídio, principalmente em pessoas deprimidas que vivem solitariamente. É bom lembrar que a própria tendência a isolar-se é uma consequência da depressão, a qual gera um ciclo vicioso depressivo que resulta na perda da esperança em melhorar naquelas pessoas que não iniciam um tratamento médico adequado.

A identificação da depressão
Para afirmarmos que o paciente está deprimido temos que afirmar que ele sente-se triste a maior parte do dia quase todos os dias, não tem tanto prazer ou interesse pelas atividades que apreciava, não consegue ficar parado e pelo contrário movimenta-se mais lentamente que o habitual. Passa a ter sentimentos inapropriados de desesperança desprezando-se como pessoa e até mesmo se culpando pela doença ou pelo problema dos outros, sentindo-se um peso morto na família. Com isso, apesar de ser uma doença potencialmente fatal, surgem pensamentos de suicídio. Esse quadro deve durar pelo menos duas semanas para que possamos dizer que o paciente está deprimido.

Causa da depressão
A causa exata da depressão permanece desconhecida. A explicação mais provavelmente correta é o desequilíbrio bioquímico dos neurônios responsáveis pelo controle do estado de humor, tal explicação baseia-se na comprovada eficácia dos antidepressivos. 

Nem todos os reveses da vida causassem depressão, pois se assim fosse, todas as pessoas a eles submetidos estariam deprimidas e não é isto o que se observa. Os eventos estressantes (Perda de pessoa querida, perda de emprego, mudança de habitação contra vontade, doença grave e etc...), provavelmente disparam a depressão nas pessoas predispostas, vulneráveis. 

Pequenas contrariedades não são consideradas como eventos fortes o suficiente para desencadear depressão. 

Para maiores informações acesse as fontes abaixo. 

FONTES
http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?102
http://www.psicosite.com.br/tra/hum/depressao.htm
http://www.minhavida.com.br/saude/temas/depressao
http://psiscc.blogspot.com.br/2007/09/depresso.html
http://www.olgatessari.com/id658.htm


Alan Fabiano. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Deixe o seu comentário;
- Assim que puder responderei;
- Faça desse espaço um lugar de crescimento espiritual;
- Grato por sua visita;
- Deus te abençoe.