Páginas

segunda-feira, 2 de abril de 2012

APOCALÍPSE, A REVELAÇÃO DE JESUS CRISTO

APOCALIPSE, A REVELAÇÃO DE JESUS CRISTO - Lição 1

OBJETIVOS
Definir
o Apocalipse como revelação divina.Conhecer as questões de autoria, data e local do livro.Saber que a leitura do Apocalipse é edificante.

INTRODUÇÃOPalavra Chave:
Revelação: Ato ou efeito de revelar um segredo.

- O Apocalipse é o livro no qual o Senhor Jesus nos mostra, através de símbolos e figuras como serão os últimos dias da humanidade sobre a terra.
- Se no Gênesis tudo é começo, no Apocalipse tudo é consumação. Uma consumação, porém, que recomeça quando a Nova Jerusalém desce dos céus “ataviada como noiva adornada para o seu esposo”. (implantação do Reino do Messias).

I. O LIVRO DO APOCALIPSE
1. Apocalipse, o único livro profético do NT.
- Embora haja profecias em quase todos os livros do Novo Testamento, (Mt.24; Mc.14.62; Lc. 21.27; Jo. 14; 2Tss. 2.3), somente Apocalipse é considerado um livro/documento rigorosamente profético.
- Título profético. Em grego, Apocalipse denota a remoção de um véu estendido sobre algo que deve e precisa ser exposto urgentemente por você e por mim.

- O Apocalipse é:Quanto ao conteúdo => Revelação;
Quanto à mensagem => Profecia;
Quanto ao gênero = > Epístola.

2. Um livro de advertências e consolações.
O Apocalipse não se limita a revelar o futuro.
Mas, adverte (Ap 3.11; 16.15), exorta (Ap 22.7) e ensina (Ap 3.3) os cristãos a esperar a segunda vinda de Cristo.

II. AUTORIA, DATA E LOCAL
1. Autoria.
- João, filho de Zebedeu;
- Autor do Evangelho de João e três epistolas (gerais) I, II e III João;
- Seu estilo literário é mais voltado para a Divindade de Cristo (Jo 20.31).

2. Data. O Apocalipse foi escrito entre 90 e 96 d.C.

3. Lugar. - Ilha chamada Patmos (Ap 1.9), Grécia. Distando 55 quilômetros da costa sudoeste da Turquia, faz parte do arquipélago conhecido como Dodecaneso. Sua área total é de 34,6 km² e sua população, hoje, gira em torno de três mil habitantes.

III. APOCALIPSE, O LIVRO PROFÉTICO DO NT
1. Tema do Apocalipse.
- Revelação de Jesus Cristo, a qual Deus lhe deu para mostrar aos seus servos as coisas que brevemente devem acontecer (Ap 1.1).
- Composto por visões (Ap 9.17;13.1;21.2;22.8), imagens, símbolos e figuras, o Apocalipse revela os conflitos do povo de Deus e a sua vitória final sobre o império das trevas. E conclui, mostrando os redimidos a desfrutar de todas as eternas bem-aventuranças (Dicionário de Profecia Bíblica, CPAD).

2. Divisões do Apocalipse. Introdução, 1.1-8
1) “As coisas que tens visto”: a visão do Cristo glorificado no meio dos sete candelabros, 1;
2) “as que são”: as cartas enviadas por Jesus, por intermédio de João, às sete igrejas da Ásia Menor, 2 - 3;
3) As coisas “que depois destas hão de suceder”: a ascensão do Anticristo, a Grande Tribulação, o Milênio, o Julgamento Final e a inauguração da Jerusalém Eterna e Celeste, 4-21.

Outra estrutura: oito partes1) As sete cartas às igrejas da Ásia Menor (1-3);
2) Os sete selos (4.1 a 8.1);
3) As sete trombetas (8.2 a 11);
4) As sete figuras simbólicas - a mulher vestida de sol, o dragão, o menino, a besta que saiu do mar, a besta que se levantou da terra, o Cordeiro no monte Sião e o Filho do Homem sobre a nuvem;
5) O derramamento das sete taças (15, 16);
6) A condenação eterna dos ímpios (17-20);
7) As glórias da Nova Jerusalém (21-22.5);
8) Epílogo (22.6-21)”.

3. Objetivos do Apocalipse.1) Corrigir as distorções doutrinárias e desvios de conduta das igrejas da Ásia Menor;
2) Consolar os cristãos perseguidos pelas autoridades romanas;
3) Mostrar aos cristãos o que haveria de acontecer nos últimos dias; e:
4) Alertar-nos quanto à brevidade e urgência da vinda do Senhor.

IV. A LEITURA DO APOCALIPSE
1. A produção de livros no período do Novo Testamento.
O livro, na época de João, era um produto dispendioso e caro. Trabalhando cada obra artesanalmente, os escribas, sempre ciosos de sua profissão, cobravam pelo serviço um preço nada módico. Somente os ricos podiam sonhar com um livro à cabeceira.

2. A leitura das Escrituras Sagradas. Contexto Histórico
- Na maioria das congregações, havia apenas um exemplar das Sagradas Escrituras. Para que todos fossem edificados, um oficial da igreja punha-se a ler a Palavra de Deus, enquanto a irmandade ouvia-o reverente e atentamente. Ap 1.3
- Devemos ler para sermos bem aventurados (Ap 1.3).

3. A liturgia da Palavra. Aplicação da leitura da Palavra.
- Embora tenhamos amplo acesso à Bíblia Sagrada, voltemos à liturgia da Palavra.
- Nesse ensejo, sugiro a leitura integral do Apocalipse, em voz alta, do púlpito de nossas igrejas, logo no primeiro domingo deste trimestre, para que todos, crentes e não crentes, ouçam-no e sejam bem-aventurados.

CONCLUSÃONesta aula fomo ricamente abençoados, pois tivemos a primeira aula sobre as cartas enviadas às sete igrejas da Ásia. Vimos ainda a importância de se ler e praticar a Palavra de Deus, é o alimento para o nosso espírito e sem ela não conheceremos jamais os propósitos de Deus para o seu povo. Portanto, na qualidade de servos do Senhor Jesus, leiemos a e meditemos em sua Palavra todoso os dias. Sl. 1.

Um comentário:

- Deixe o seu comentário;
- Assim que puder responderei;
- Faça desse espaço um lugar de crescimento espiritual;
- Grato por sua visita;
- Deus te abençoe.