Páginas

domingo, 1 de maio de 2011

A IMPORTÂNCIA DOS DONS ESPIRITUAIS

A IMPORTÂNCIA DOS DONS ESPIRITUAIS - Lição 5
comentário focado na revista
Objetivos:
Reconhecer a importância dos dons espirituais para a obra do Senhor;
Compreender que os dons espirituais e o fruto do Espírito devem caminhar juntos;  
Saber os propósitos dos dons espirituais;

INTRODUÇÃO
Ler e levantar expectativa sobre o que vai ser estudado
- O profeta Joel profetizou sobre o derramar do Espírito – Jl 2.28-32. – não dar detalhes.
- O apóstolo Paulo ensina e estabelece doutrina (Rm 12.3-8; I Co 12.7) ou a forma de como seria essa nova fase do Espírito Santo sobre os homens (I Co 12.1-31; 14. 1-40).
- Muitos desconhecem as doutrinas bíblicas sobre os dons.
- O desconhecimento sobre os dons causam prejuízos ao Reino de Deus.

I.    OS DONS ESPIRITUAIS
1.    O significado da palavra “dom” e o crescimento da Igreja.
Significado:
Dom. é um presente de Deus que não se recebe por merecimento, mas pela vontade soberana do Senhor.

Há três modalidades de dons:
Dons naturais: habilidades, aptidões e competências inatas;
Dons ministeriais: serviços – Ef 4.11, apóstolos, profetas, evangelista, doutores e mestres.
Dons espirituais: I Co 12.8-11, palavra de sabedoria, palavra de conhecimento, fé, dons de curar, operação de milagres, profecia, discernimento de espíritos, variedade de línguas e interpretação de línguas.

Crescimento da Igreja. Os dons espirituais promovem o crescimento da Igreja mesmo em meio às perseguições  a exemplo da Igreja Primitiva - At 5.12-16.

2.    A concessão dos dons espirituais.
- Os dons espirituais encontram-se à disposição da Igreja – desde quando?
Ef. 4.8; 1.3.
- Não o recebemos como prêmio por algum serviço prestado na obra de Deus;
- Não o recebemos por méritos próprios;
- Não o recebemos por que temos algum cargo importante na Igreja;
- Recebemos pela vontade de Deus – I Co 12.7.

- Devem ser utilizados: edificação, exortação e consolação da Igreja.
- Para que esta desenvolva a sua missão – Mt 28.19,29; Mc 16. 17-20.
 
3.    A manifestação do dom. (espirituais)
- Os dons espirituais é a manifestação da Pessoa do Espírito Santo através e na vida do crente (I Co 12.7-11);
- É controle absoluto do Espírito Santo;

A manifestação dos dons não são:
- para deleites ou demonstração de superioridade espiritual;
- exaltação humana;

Propósitos:
- Fortalecimento, edificação e santificação do corpo de Cristo - a Igreja (I Co 12.7; 14.12; Ef 4.12).

II.    OS DONS DO ESPÍRITO SANTO E A ESPIRITUALIDADE
1.    A espiritualidade e os dons.
- O que é espiritualidade? Vida espiritual do crente.
- Podemos medir a espiritualidade de uma pessoa pelos dons que ela possui? Não.

- Por que não quer dizer que Deus aprova tudo o que ela faz ou ensina.

Exemplo, de Pedro. At 3.1-11.12 ...se nossa própria virtude ou santidade fizesse andar este homem. Logo, não é mérito do homem e sim de Deus.

Situação dos crentes de Corinto:
- possuíam todos os dons, mas eram “carnais” por quê? Havia (inveja, contendas, dissensões e andavam segundo os homens), ou seja, não tinham uma espiritualidade 100% aprovada por Deus.

E hoje como estamos?
- A nossa espiritualidade deve ser avaliada pelo fruto do Espírito Santo – Gl 5.22.

2.    Os dons espirituais sem o fruto do Espírito.
- Dons espirituais – está relacionado ao que fazemos pra Deus;

- O fruto do Espírito – está relacionado à obra que o Espírito Santo realiza em nosso interior, moldando o nosso caráter na Pessoa de Jesus Cristo e nos conformando às doutrinas bíblicas.

- Os dons espirituais sem o fruto do Espírito trás confusão aos membros da igreja.

- Ambos devem caminhar juntos para que a igreja cresça “saudável” – livre de heresias – mas, firmada na Palavra de Deus.

- Crente que os dons e frutos andam juntos: (Ef 4.12-16) caso contrário.
Reflete na igreja....
- Igreja onde os dons e frutos andam junto: (At 5.14); caso contrário.

- Ambos devem ser avaliados pelos fruto do Espírito e não pelas manifestações de dons ou milagres operados (Mt 7.22; Lc 6.44; I Tm 5.25)

3.    Imaturidade espiritual e os dons.
- Os dons espirituais é para trazer maturidade espiritual à Igreja de Cristo, afim de os seus servos não serem envolvidos por “ventos de doutrinas”, ou seja, falsas doutrinas.
- Ler e comentar rapidamente Ef. 4.12-14.

III.    OS PROPÓSITOS DOS DONS ESPIRITUAIS
Os dons são instrumentos exclusivos do Reino de Deus.

1.    Edificar a Igreja.
- É instruí-la na Palavra de Deus, promover o crescimento saudável e firmado na verdade, que é Cristo Jesus.
- O “tráfico ilícito” de dons espirituais:
* Marketing pessoal;
* Propaganda de placas de igrejas;
* Comércio da fé – 2Pe 2.3

- Devemos vigiar para não cair nos laços dos falsos mestres e nem buscar benefícios com os dons que Deus nos concedeu de graça – Mt 10.8.

2.    Promover a pregação do evangelho.
- Os dons tornam a pregação do Evangelho mais eficaz;
- Confirmam o poder de Deus que está sendo proclamado – Hb 2.3,4.

- Os dons para atrair multidões – cura – ao invés da pregação da Palavra de Deus como ela é.

- A pregação da proclamação do Evangelho é a ação final do crente que tem dons espirituais e o fruto do Espírito – Rm 1.16.

3.    O aperfeiçoamento dos santos (Ef 4.11,12).
- Qual objetivo do aperfeiçoamento?
* Cheguemos à unidade da fé;
* Pleno conhecimento do Filho de Deus;
* à perfeita varonil idade;
* à medida da estatura da plenitude de Cristo;
- Alcançando isso:
* Não seremos mais meninos na fé;
* Não seremos levados por ventos de doutrinas;
* Seguiremos a verdade em amor;
* Cresceremos em tudo em Cristo Jesus.

CONCLUSÃO
Nesta aula aprendemos o quanto é necessário os dons Espirituais para a Igreja de Cristo, pois sem os tais a Igreja não realiza a Grande Comissão eficazmente. Aprendemos ainda que os dons Espirituais já foram conquistados por Cristo na Cruz do Calvário – é só tomar possi – podemos todas as coisas em Cristo Jesus. Amém.

Bibliografia
Lição Bíblica - 2 trimestre 2011.
Bíblia de Estudo - SHEDD;
Bíblia de Estudo Pentecostal.

3 comentários:

  1. na lição fala que os dons vem após o batismo no espirito Santo. eu nao concordo muito com isso! pois o poder de Deus não é limitado. o que vc tem a dizer sobre isso, acho q o autor quis incentivar aos cristaos a buscar mais o batismo.

    ResponderExcluir
  2. no livro de corintios. fala dos dons de curar. eu nao entendo. como assim existe mais de um dom de cura?
    :D

    ResponderExcluir
  3. Minha nobre irmã é um prazer tê-la por aqui.
    Afirmar algo com certeza absoluta sobre as manifestações do Espírito Santo de Deus é impossível, pois Ele sopra onde quer e age de várias formas. Não há argumentação Teologica, Científica ou qualquer outra Ciência competente para discorrer com precisão sobre o agir do Espírito Santo, se assim fosse Ele seria limitado, mas, segue abaixo uma argumentação que acredito ser aceitável.
    Para a primeira pergunta:
    O agir do Espírito é como Ele que ou determina. Os profetas do Velho Testamento profetizaram e realizaram milagres, os discípulos receberam autoridade para curar toda sorte de doenças antes do dia de Pentecostes (Mt 10.1,8), contudo, podemos afirmar com segurança que o batismo no Espírito Santo resulta numa maior frequência entre os que são batizados. Acrescentaria ainda o fator "intrepidez" percebe-se mais ousadia espiritual nas pessoas que são batizadas - o batismo nos reveste de poder, nos encoraja e abre os nossos olhos para algo mais profundo, até então desconhecido.

    Para a segunda pergunta:
    Dons (gr charismatõn). São as capacidades sobrenaturais que o Espírito dá aos filhos de Deus. Sendo assim há diversos dons para diversos serviços.

    Considerando que a palavra "Dom" está no plural "dons" nos leva a crêr que há vários dons, conforme a classe tipos de doenças.

    Bibliografia
    Bíblia de Estudo SHEDD;
    HORTON. M. Stanley. I e II Corintios, Os problemas da Igreja e suas soluções. CPAD, 4Edição, 2007.

    Um abraço, fique na Paz de Cristo.

    ResponderExcluir

- Deixe o seu comentário;
- Assim que puder responderei;
- Faça desse espaço um lugar de crescimento espiritual;
- Grato por sua visita;
- Deus te abençoe.