Páginas

sábado, 17 de outubro de 2009

DAVI NA CORTE REAL - VIVENDO COM SABEDORIA

Introdução:
Nesta lição cresceremos mais um pouco em nossa vida espiritual, pois aprenderemos sobre as qualidades de um homem aprovado e escolhido por Deus. No tempo em que Davi fora escolhido era comum que os Jovens escolhidos morassem no Palácio, vemos isso em Dn 1:3-4 Ester 2: 7,12 esse tempo no palácio servia para estudar os costumes reais, educação, leis etc… Neste quesito Ester, Sadraque, Mesaque, Abdenego e Daniel foram ótimos alunos, com Davi não foi diferente, foi aluno exemplar, a ponto de conquistar a confiança de todos no palácio Real deste o Grande até o mais humilde serviçal ISm 18:5.
I – As Qualidades e virtudes de Davi

1. Um homem talentoso.
I Rs 2:1-3
– Nesta passagem bíblica, observamos a fonte de sua Sabedoria e do seu Talento. Hoje Não estamos mais pedindo sabedoria a Deus para nos conduzir, dar entendimento para abrirmos a boca na hora certa. No início vemos em I Sm 16.18b as qualidades de Davi na sua juventude, Chamo a atenção dos irmãos que quem deu testemunho de Davi foi outra pessoa.

Vejamos os seus talentos:

Sabe tocar
– Tocar é diferente de Saber tocar, o saber é mais profundo pois além do tocar este som era acompanhado pela unção (I Sm 16: 23) pois o louvor era para o Deus altíssimo.

É animoso – Além de ser animado, animava os outros;

Homem de guerra – Davi sempre estava pronto para toda a obra, qualquer batalha, o homem cheio do Espírito é valente e enfrenta qualquer batalha, (obs. Valente não é ausência de medo, mas é enfrentar as adversidade confiando no Senhor).

Sisudo de palavras - muitos não sabem nem o que é sisudo, associa com trancado, bravo, porém é o contrário, vejamos o que diz o dicionário.
Sisudo - Que tem siso, que tem juízo, sensato, sério, prudente. Que qualidades maravilhosas para um homem de guerra.
Logo, podemos deduzir que Davi era um homem de uma só fala, conforme Tg 5.12.

2. Um homem com muitas habilidades.
Neste tópico vamos detalhar mais, cada habilidade deste homem que tanto temos a aprender com sua vida.

a) Músico:
Os músicos exercem uma atividade muito importante na congregação, pois ao tocar seus instrumentos cheios de unção cumpre-se a palavra do Senhor que diz que Deus habita no meio dos louvores Sl 22.3 e essa presença quebranta o coração dos irmãos preparando para receber a revelação do Senhor através da sua Palavra pregada.
b) Forte:
Não é forte no físico, pois Davi era o menor na casa de seu pai, mas um homem esforçado, com muita intensidade e energia em todas as batalhas que enfrentava.
Devemos ser fortes para empreendermos as obras do Reino de Deus, conforme está escrito “Ora, pois, esforça-te, Zorobabel, diz o Senhor, e esforça-te, Josué, filho de Josadac, sumo sacerdote, e esforçai-vos, todo o povo da terra, diz o Senhor, e trabalhai; porque eu sou convosco, diz o Senhor dos Exércitos.” Ag 2.4. Aleluia!

c) Valente:
adj. Que tem valor e coragem, Davi, por confiar inteiramente no Senhor, era um homem destemido em seu desempenho como rei de Israel. Porem esta valentia já o acompanhava antes de tomar posse do trono, jamais Davi imaginou que Deus iria colocá-lo em um posto tão elevado. Mas é o que está escrito em Mt 25. “... ser fiel no pouco, sobre o muito te colocarei.” Mt 25.21.

d) Homem de guerra:
Quando falamos homem de guerra, não significa que é uma pessoa grossa, brava, mal. Podemos defini-lo como “homem de guerra” pois usava de estratégias para vencer seus inimigos, conquistar seus superiores, pares e subordinado, inteligência militar. A posição de comandante exige do homem muitas habilidades não só no ciclo de sua atuação, mas, com todo resto da sociedade, esta é uma habilidade indispensável para o cristão, é um instrumento para uma evangelização eficiente – ter um bom relacionamento interpessoal.

e) Sisudo em palavras:
como falamos a cima, Sisudo é o Que tem siso, que tem juízo, sensato, sério, prudente. Observamos em Davi essa qualidade quando tinha o poder de matar Saul e não o fez 1 Sm 24:4-6 e 26:5.

f) Boa aparência:
A boa, cuidada e equilibrada aparência e compostura de uma pessoa influencia a visão das demais a respeito dela. Observamos que se Deus não interviesse, o próprio Samuel teria ungido Eliabe. 1Sm 16: 6.
A apresentação pessoal é o “cartão de visita” de qualquer pessoa, mas, deve ser observado principalmente por quem está na frente de um povo.

O que deve ser observado: vestes, sapatos engraxados e limpos, roupas passadas, cabelos e barbas bem feitas, ouvidos e narizes limpos e etc. Mas, esses cuidados não significa santidade e nem deve ser motivo para julgarmos o próximo, entretanto, são higiênicos e devem fazer parte da vida dos homens e mulheres de Deus.

g) O Senhor era com ele:
Este é o principal motivo das vitórias de Davi. “O Senhor era com ele” 2 Sm 7: 3 E disse Natã ao rei: Vai, e faze tudo quanto está no teu coração; porque o SENHOR é contigo.
2 Sm 7: 8 Agora, pois, assim dirás ao meu servo Davi: Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Eu te tomei da malhada, de detrás das ovelhas, para que fosses o soberano sobre o meu povo, sobre Israel. 9 E fui contigo, por onde quer que foste, e destruí a teus inimigos diante de ti; e fiz grande o teu nome, como o nome dos grandes que há na terra.
O eterno era tudo para Davi (Sl 18:2) e isso fez toda a diferença em sua vida. Sua inteira e voluntária submissão ao Senhor fez dele o maior monarca da história bíblica.

II – O talento de Davi na corte.
Nesse tópico destacaremos que nada acontece por acaso na vida de um homem ou de uma mulher de Deus. Antes de Davi enfrentar o gigante Golias ele teve que enfrentar um Urso e um leão, talvez você irmão esteja enfrentando um urso ou um leão mas lembre-se que o melhor de Deus para sua vida ainda está por vir.

1. Davi como escudeiro do rei.
Esta posição é um cargo de confiança, é aquele que defende o rei em todas as ocasiões, Como Davi chegou a essa posição? Podemos imaginar alem das qualidades acima mencionadas, um jovem educado e disposto a aprender, e isso fazia parte do plano de Deus para com Davi. Temos aqui uma lição preciosa, quando começamos de cima não entendemos o que se passa em baixo, mas quando conhecemos o trabalho mais insignificante que pareça aprendemos a valorizar do menor ao maior. Quantos pisam em cima do menor, eu sou militar e comecei de soldado recruta hoje sou sargento e posso afirmar que sem soldado não existiria exército. Davi foi o melhor Rei que Israel teve, pois começou de baixo, aprendendo com humildade. Um bom pastor geralmente foi um bom evangelista, um bom presbítero, um bom diácono e certamente um bom membro.

2. Como comandante das tropas.
Davi não foi um chefe e sim um bom líder, o chefe manda, dar ordens é temido, um líder é respeitado, ele conquista com seu carisma e todos lhe seguem 2 Sm 23:15 – E teve Davi desejo, e disse: Quem me dera beber da água da cisterna de Belém, que está junto à porta! 16 Então aqueles três poderosos romperam pelo arraial dos filisteus, e tiraram água da cisterna de Belém, que está junto à porta, e a tomaram, e a trouxeram a Davi; porém ele não a quis beber, mas derramou-a perante o SENHOR. O que Davi tinha para aqueles três homens arriscarem suas vidas passando Por dentro de um exército só para levar um pouco de água para que lhe matasse o desejo?
Carisma meu querido, era um verdadeiro líder.

III. O carisma de Davi no Palácio Real.
A palavra carisma fignifica força ou dom conferido por graça divina. Quando dizemos que alguém é carismático, estamos dizendo que esta pessoa tem dom, é cativante, consegue ser simpática e ganhar a confiança dos demais. Como era Davi no palácio principalmente com os outros.

1. Nos relacionamentos.
…e era aceito aos olhos de todo o povo e até aos olhos dos servos de Saul. (1 Sm 18:5b) Que exemplo maravilhosos de Davi para nós, os seus relacionamentos ia do maior ao menor, do rico ao podre, do mais influente ao que não tinha nenhuma influencia. Davi demonstrava empatia (capacidade de identificar-se totalmente com o outro) principalmente com as três principais classes de pessoas no reino:

a) O filho do Rei
Davi se identificou com Jonatas de uma tal maneira que ficou registrado na bíblia sagrada como uma das mais belas história de amizade. Jonatas como filho do rei tinha potencial para reinar depois de Saul seu Pai, era valente (1 Sm 13:2,3) e era herdeiro direto do rei, mas conhecia o seu amigo Davi e ambos fizeram aliança (1 Sm 18:3,4) Saul manda Jonatas matar Davi, porém Jonatas esta mui afeiçoado por Davi. (obs.) A nossa amizade para com os ricos, ou influentes não pode ser intereceira, eu não posso ter uma amizade com o Pr presidente com interesse que ele vai mim consagrar, vai levar-me ao pastorado e por fim serei o seu substituto, cada um deve ter convicção da sua chamada, e esperar o tempo do Senhor. Davi esperou no tempo do Senhor e Deus o preparou para a hora certa.

b) Todo o povo.
Davi era benquisto pelo povo 1Sm 18:5 Uma característica de quem não deixou subir para a cabeça a fama, a sua posição era de humildade cativando a amizade, e caindo na graça de todo o povo, em várias ocasiões o povo demonstrou essa admiração por Davi. 1Sm 18:5 … e era aceito aos olhos de todo o povo, e até aos olhos dos servos de Saul. 6 …quando Davi voltava de ferir os filisteus, as mulheres de todas as cidades de Israel saíram ao encontro do rei Saul, cantando e dançando, com adufes, com alegria, e com instrumentos de música.
7 E as mulheres dançando e cantando se respondiam umas às outras, dizendo: Saul feriu os seus milhares, porém, Davi os seus dez milhares.
c) Servos de Saul.
Como é importante o relacionamento do crente com todos, isso do menor ao maior, dentro do palácio Davi dava uma lição de simpatia, não importando a classe social, se tinha dinheiro ou não, pois ele via a pessoa humana, um trabalhador um filho de Deus. Como você está vendo seu funcionário, apenas um empregado ou uma pessoa que tem alma, tem famílias, podemos tratar a todos igualmente, pois não sabemos o dia de amanhã, lembre-se que hoje você é patrão mas não se sabe o que acontecerá depois.

d) Para administrar conflitos.
Como podemos administrar conflitos se não tivermos o Espírito Santo de Deus agindo em nós, nos dando sabedoria? Davi antes de ir ao palácio do Rei era cheio do Espírito como vemos logo que Samuel ungiu com o óleo 1 Sm 16:13 …e desde aquele dia em diante o Espírito do Senhor se apoderou de Davi. Quando as mulheres saíram cantando que Saul feriu seus milhares porém, Davi os seus dez milhares 1 Sm 18:7 cabe uma reflexão na atitude de Davi, ao receber um elogio, que era verdadeiro:
a) Não subiu para a cabeça, ele não deixou atingir seu ego mudando seu comportamento, nem seu relacionamento com os outros. (obs. Quantos não tem se deixado levar pelos elogios? Esse é um homem de Deus. É um profeta que Deus usa…etc.) Cuidado com elogios, tudo que fizermos seja para glória de Deus.
b) Davi administrou muito bem essa situação por não levar adiante esses elogios, pois isso não faria bem a ele muito menos ao rei. Que nós sejamos como Davi, que se vierem os elogios que sejamos a ultima estação.
A bíblia mostra que Davi fez o possível para que o seu relacionamento com Saul fosse mantido amistosamente, no entanto, a condição espiritual e emocional do rei não permitiu isso. Mesmo quando sofreu tentativas de assassinato por parte do rei, Davi não revidou, mas preferiu fugir (1 Sm 18:11; 19.1). Quando teve oportunidade para matar o rei, mais uma vez ele procurou reatar as relações rompidas e não tocou no ungido do Senhor. (1 Sm 26.9-25).

Conclusão:
Ao final desta lição aprendemos que é necessário prestarmos um serviço para Deus de melhor qualidade, com mais dedicação, com objetivo, com determinação, levando todos os nossos propósitos e pensamentos para que Deus faça em nós o Seu querer, assim como Ele escolheu Davi para uma grande obra, da mesma forma Ele quer colocar em nossas mãos uma grande obra para desenvolvermos, mas, precisamos estar vivendo a sua Palavra Poderosa.

Modificado por
Prof. Alan Fabiano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Deixe o seu comentário;
- Assim que puder responderei;
- Faça desse espaço um lugar de crescimento espiritual;
- Grato por sua visita;
- Deus te abençoe.