Páginas

sábado, 29 de agosto de 2009

O CRENTE E AS BENÇÃOS DA SALVAÇÃO - LIÇÃO 9

O CRENTE E AS BENÇÃOS DA SALVAÇÃO

INTRODUÇÃO

Ao receber Jesus como Salvador e Senhor de sua vida o homem mergulha em um mar de bênçãos espirituais (Ef 1.3), bênçãos essas que se refletem por toda sua maneira de viver em todas as esferas, seja ela material ou espiritual, para entendermos melhor essa maravilhar, fruto da benevolência de Deus distribuiremos em quatro grandes esferas da vida.

1. COM DEUS

Com a morte de Cristo nos foi resgatado a comunhão com o Criador, e conseqüentemente os nossos pecados, que era o mal que nos separava foram lançados no mar do esquecimento, fazendo-nos assim, ou mudando nossa posição de inimigos para amigos de Deus, isso é distribuído a todos quanto aceitarem a Cristo como Salvador.

Agora somos filhos de Deus – Jo 1. 12

Temos livre acesso ao Pai – Ef 2.18

Fomos reconciliados com Deus – 2 Co 5.18

Temos paz com Deus – Rm 5.1

Estamos livres de sua ira de Deus – Rm 5.9; I Ts 1.10

Prestamos culto a Ele – Rm 12.1

Somos abençoados com todas as bênçãos espirituais – Ef 1.2

Concedeu-nos dons Espirituais – Ef 4.8; I Co 12.28

Fez-nos herdeiros do Seu Reino e co-herdeiros com Cristo – Rm 8.17

Viveremos para sempre com Ele – II Tm 2.11.

Geração eleita – I Pe 2.9

Sacerdócio real – I Pe 2.9

Povo adquirido – I Pe 2.9

Nos chamou das trevas – I Pe 2.9

2. CONSIGO MESMO

Com a morte de Cristo foi-nos concedido um dos maiores privilégios do homem, a paz interior, a qual se busca de varias formas, contudo a verdadeira Paz só tem quem aceita a Cristo como Salvador e Senhor da sua vida. Esta Paz surge com o novo nascimento e traz consigo outras bênçãos.

Nascidos de novo – Jo 3.3, I Pe 1.3

Somos filhos da Luz – Ef 5.8

Temos fé em Deus – Ef 2.8

Temos a paz que o mundo não conhece – Jo 14.27

Convictos da salvação em Cristo – I Ts 5.9

Somos mais que vencedores – Rm 8.37

Agora somos adoradores de Deus – Jo 4.23

Somos servos de Deus – Rm 6.22

Somos templo do Espírito Santo – I Co 3.16

Os nossos sentimentos são guardados em Cristo – Fp 4.7

Agora temos viva esperança – I Pe 1.3

Temos o caráter lapidado pelo fruto do Espírito – Gl 5.22

3. COM O PRÓXIMO

Com a morte de Cristo foi-nos possível viver em harmonia entre os homens, foi-nos possível amar o próximo de uma forma diferente, especial. Não importando a cor da pele, a etnia, o poder aquisitivo, a nação em que vive ou onde nasceu, em fim, o amor de Cristo no uni de uma maneira tão surpreendente que às vezes ficamos admirados com este amor.

Quando meditamos na Palavra de Deus, descobrimos que amor é esse – é o amor Ágape tal amor é derramado no coração de quem aceita a Jesus como Salvador, através do Espírito Santo.

É o amor que o mundo não conhece, é um amor exclusivo do povo de Deus, um povo especial e zeloso, um povo que se unem de fato nas diferenças, porque foram feitos um só corpo em Cristo Jesus. Aleluia!

Amá-lo como a nós mesmos – Mt 5.43

Amar aos inimigos – Mt 5.44

Bendizer aos que nos maldizem – Mt 5.44

Fazer bem aos que nos odeiam – Mt 5.44

Orar pelos que vos maltratam – Mt 5.44

Temos paz com os crentes – II Tm 2.22

Agora podemos ter paz com todos os homens – Rm 12.18

Somos o sal da Terra – Mt 5.13

Somos luz do mundo – Mt 5.14

A eles pregamos a Palavra de Deus – Mc 16.15

Devemos agradá-lo – Rm 15.2

Falar a verdade; não a mentira – Ef 4.25

4. COM O PECADO E SATANÁS

Com a morte de Cristo foi quebrado todo poder das trevas, nos possibilitando lutar e sermos mais que vencedor em Cristo Jesus, o cristão não tem prazer em pecar, pois é nascido de Deus para andar em novidade de vida, algo tão nobre, que os mais nobres do mundo não entendem.

Com a morte de Cristo na cruz do calvário, fomos livres da ira futura e a divida que nos era devida foi liquidada, não com ouro, prata, diamante, ou moeda forte. Foi liquidada com o sangue precioso de Jesus, nEle temos a certeza da nossa salvação, pois ela não pode murchar e os que tem essa esperança não serão confundidos, só mais um pouquinho de tempo e estaremos glorificando a Deus, e como Ele é o veremos.

Livres do poder do pecado – Rm 6.14

Foram quitados pelo sangue de Jesus – Rm 3.25; Cl 2.14

Estamos mortos para o pecado – Rm 6.2

Não pode reinar em nosso corpo – Rm 6.12

Não podemos apresentar os nossos membros a ele – Rm 6.13

Devemos mortificá-lo – Cl 3.5

Livres das conseqüências do pecado – Cl 3.6

Fugir dele – I Co 6.18

Não dar lugar ao diabo – Ef 4.27

Lutamos contra ele – Ef 6.11

Devemos resisti-lo – Tg 4.7

Devemos vigiar contra ele – I Pe 5.8

Temos poder para pisar serpentes e escorpiões – Lc 10.19

CONCLUSAO

As bênçãos subseqüentes à salvação é algo sobrenatural e fazem parte exclusivamente de quem aceita Cristo como Salvador, foi Ele que conquistou tudo isso para o seu povo, não foi homem e muito menos as boas obras, foi exclusivamente pelo beneplácito da Sua benevolência.

Se você não está vivendo estas benções percorra o caminho inverso e verifique onde você as perdeu e conquiste-as novamente; Não façamos como Esaú que trocou os bens espirituais pelos manjares que para nada servem se não para o corpo físico.

Mas se você que viver estas bênçãos, aceite a Cristo Jesus como Salvador e Senhor da sua vida e comece hoje mesmo vive-las.

“Porque Deus amou o mundo, de tal maneira, que deu o seu Filho unigénito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”.Jo 3.16

Bibliografia

BOYER, Orlando. Pequena enciclopédia bíblica. São Paulo: Vida, 2000.

ALMEIDA, João Ferreira. Bíblia Sagrada: Plenitude. ERC. São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 1995.

Bíblia Sagrada. Online, mundo bíblico.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Deixe o seu comentário;
- Assim que puder responderei;
- Faça desse espaço um lugar de crescimento espiritual;
- Grato por sua visita;
- Deus te abençoe.